GIRLSPT.COM - Cursores Animados
Just A Love (Ever Niley)
Talvez tenha passado pela minha cabeça: “Ah, qual o problema? Nós fazíamos isso quando éramos apenas colegas de escola!” naquele momento que Nick pediu que eu cantasse para ele. Mas era mais umas das minhas desculpas. Se eu cantava para ele, ou ele para mim, o que eu sabia era que essa era uma das mais profundas ligações que reconhecemos ter desde o início. Podíamos nos comunicar através da música e isso era incrível. Foi o início de tudo e, onde mais eu iria chegar seguindo o mesmo caminho? O fato é que devia saber que não teríamos apenas um momento amigável aquela noite em que mostrei minha música. Era o meu coração falando, e ele tinha um ritmo. Como Nick não entenderia? Ainda assim, não mencionamos mais nada sobre isso.

Sel: Eu ainda acho que aconteceu alguma coisa. – Deu de ombros. Elas tinham insistido em uma ‘festa do pijama’ de ultima hora na mesma noite. Alguém duvida que curiosidade esteja envolvida?
Eu: Por que não acredita em mim?
Demi: É meio que óbvio, não? – Fingi surpresa.
Sel: Vocês ficaram sozinhos na casa dele por um tempão...
Eu: Não foi um tempão. – Interrompi.
Demi: É que tem coisas que fazem o tempo voar. – Demi sorriu maliciosa e eu não consegui responder.
Sel: CONTINUANDO! Depois que nos encontraram estavam mais ‘amiguinhos’ que nunca. Acredita mesmo que não vi que você não conseguia conter aquele sorriso no rosto?? Eu notei, querida amiga. Seu rosto corou quando ele te puxou delicadamente pelo braço aquela hora qu...
Eu: Sel!
Sel: É óbvio que vocês já deveriam ter voltado. – Surpreendentemente eu me sentia ignorada.
Demi: Sim, você percebeu que ele inventou a desculpa?
Sel: Claro! E quando voltaram? Foi tão fofo... *-* Ele ainda olha pra ela daquele jeito.
Eu: ô gente!! Não esqueçam...olha só QUEM está aqui: EU!
Demi: Ow, é verdade. – Ela fingiu surpresa e eu ri.            

Posso concluir que o restante da noite se resumiu a isso: Eu, Demi e Sel no quarto da Demi com colchões e ursinhos de pelúcia espalhados pelo chão. As duas cuidando da minha vida pessoal e eu negando eternamente tudo o que supunham. Já estava tarde quando Sel levantou para ir até a cozinha beber água. Disse que faz bem pra pele tomar um copo d’água antes de dormir, e praticamente nos deu uma explicação científica sobre o fato.

Demi: My?! – Ouvi a voz dela vindo de algum lugar no escuro, antes que Sel voltasse.
Eu: ãh?
Demi: Aconteceu alguma coisa, não aconteceu? – Pensei na pergunta, e em como ela merecia saber. Não houve sequer um beijo... mas muita coisa havia acontecido. – Você sabe... não estou falando de beijos ou de vocês terem voltado. Mas alguma coisa, não aconteceu? – Levei mais algum tempo para responder. Demi deu o tempo necessário para conseguir sua resposta. Sorri ao finalmente reconhecer e lembrar que pela primeira vez, eu sabia com toda a certeza que poderiam existir fortes esperanças.
Eu: Sim, aconteceu...

< ... >

Aquela semana passou rápido. Demi já havia recebido o convite de duas universidades bem conceituadas. Agora estava num dilema. Eu não me encontrava numa situação diferente. Como eu havia reconhecido em meu sonho infantil, Yale me aceitou. Mas, a infância acabou e naquele momento eu não sabia se queria fazer meu futuro com base na arte da música, afinal... a impressão que eu tinha era que sempre que cantasse ou compusesse algo lembraria o sorriso escondido de Nick, seus olhos focados e apertadinhos às vezes... a forma como cantava para mim. Pensei seriamente em recusar o convite.

Eu: Já estou indo!! – Gritei ao ouvir a campainha tocar 2 vezes seguidas.  Estava sozinha em casa, e deitada no sofá, rabiscava palavras que ainda não faziam tanto sentido. – O... – Ao abrir a porta, deparei-me com um envelope aberto à altura dos meus olhos. Estranhei antes de colocar as mãos no envelope e puxá-lo até ver a pessoa que se escondia ao lado da porta.
Nick: Bom dia!! – Disse com um sorriso infantil no rosto que eu retribuí sem entender.
Eu: Bom dia... o que faz aqui? O que é isso? – Referi-me ao envelope.
Nick: Ok... desculpa se não sou bem-vindo.
Eu: rsrs... não seja dramático. Vem. – Ele entrou e nós sentamos no sofá, eu ainda a analisar o envelope. Yale. Eu e Nick já havíamos conversado sobre entrar na Universidade e descobri que ele havia escolhido esta antes mesmo que eu mencionasse que minha escolha era a mesma. Apenas mais uma coincidência de grande peso. A diferença é que ele não havia mudado de idéia.
Nick: Adivinha.
Eu: Não preciso... o envelope disse tudo. Foi aceito para Yale?
Nick: Sim!! Não é incrível??? Só 6% dos que se inscrevem são aceitos...
Eu: ...e parte é apenas por uma distinta indicação da direção da escola. – Completei.
Nick: Isso!
Eu: Que bom que conseguiu! Fico muito feliz, mesmo. Por você... – Tentei passar animação. Eu realmente estava feliz por ele. Mas ao mesmo tempo em que eu queria estar com ele nos próximos anos, os mais importantes, eu achava que não deveria. Dependeria de como andariam as coisas... e no momento eu estava confusa.
Nick: Por mim? E você? – Não respondi e ele pareceu ficar um tanto apreensivo. – O que aconteceu, My?
Eu: Desculpa... não, não aconteceu nada.
Nick: Você também foi aceita... – Ele não compreendeu.
Eu: É que... não sei se vou aceitar esse convite. Talvez fosse só um sonho idealizado que eu nunca achei que fosse realmente alcançar.
Nick: Recusar o convite??? Você não pode fazer isso! – Ele levantou.
Eu: Calma... – Puxei-o para sentar novamente ao meu lado. – Ainda não decidi.
Nick: Você não devia fazer isso. Se foi aceita é porque mereceu, e outras pessoas reconheceram seu talento. – Ele respirou fundo... pareceu um pouco pensativo e levou um tempo até focar os olhos nos meus e falar. – A menos que tenha outro motivo mais importante para não aceitar, me promete que vai pensar melhor? – Assenti depois de alguns segundos. Ficamos em silêncio por alguns instantes e então ele colocou a mão sobre a minha que estava apoiada no joelho. Deslizou-a suavemente até entrelaçar os dedos aos meus, focado apenas naquele gesto. - Era seu ‘pequeno sonho de criança’. O nosso... não destrói isso, tá bom?
Eu: Eu vou pensar melhor. – Apertei sua mão e ele sorriu leve. Em seguida nossas mãos se separaram e ele tentou mudar o clima da conversa.
Nick: Tudo bem... não foi só isso que me trouxe aqui.
Eu: Hm... estou curiosa.
Nick: Na verdade, era um dos meus principais objetivos de vir aqui. Mas, quando passei em frente à caixa de correio e vi o envelope com o nome ‘Yale’ achei que você deveria ser a primeira a saber. – Secretamente achei fofo o que acabara de dizer. – Enfim, me deram a responsabilidade de te entregar isso também.
Eu: Outro envelope?? – Peguei das mãos dele. Era um papel diferente, mais sofisticado, porém permanecia simples e com traços dourados e finos. A delicada fita que o prendia era de detalhes dourados e prateados. – Um convite?

< ... >

Kevin e Dani dariam um passo à frente. Na verdade, a decisão de finalmente casarem era mais que um passo. Era uma caminhada juntos que, era de se esperar, que durasse toda a vida. Pergunte-me em algum momento a alegria que deviam sentir, e em quando será que decidiram que essa seria a hora certa, a pessoa certa. Um dia eu teria tanta certeza assim também? “Quem sabe... Quem sabe tudo ficasse bem outra vez entre eu e Nick... Talvez um dia eu casasse com Nick Jonas...”. Sorri, fantasiando nos limites da imaginação, sabendo que no momento aquilo era a última coisa que Nick um dia pensaria.
Você deve ter se perguntado em algum momento: “E qual era o outro ‘principal objetivo’ que Nick tinha? Afinal, ele saiu antes de dizer.” Eu respondo: Não sei! Fiquei tão feliz por “Kanielly” que esse detalhe perdeu seu espaço na nossa conversa. Não que eu tenha esquecido. Mas eu sabia que Nick escolheria a melhor hora para falar qualquer coisa, mas ele não fez isso. Simplesmente me olhou atento enquanto eu demonstrava toda minha animação. O celular dele tocou e ele precisou ir antes que o desejado.

Eu: Sua mãe parecia desesperada no telefone...rs
Nick: Ela dificilmente fica assim, a não ser que seja algo envolvendo o Joe... o que ele faz geralmente desespera qualquer um. – Falou sério, mas não pude evitar rir.
Eu: Pobre Demi... – Nós rimos juntos, eu mais do que devia. Cheguei até a levar a mão ao rosto num gesto um tanto tímido. Quando levantei os olhos encontrei os dele e percebi que me encararam enquanto ri. Senti o silencio repentino chegar e fiquei constrangida, mas não tirei os olhos dos dele. – O que foi? – Ele demorou para responder e não se incomodou em me olhar tão profundamente.
Nick: N-nada. Preciso... preciso ir. – Estranhamente confuso ele cortou a aquela ligação momentânea que tivemos e saiu sem falar mais nada.

Recuperei-me daqueles segundos que deveriam ser eternos e foram interrompidos. Fiquei totalmente distraída, não entendia nem mesmo o que eu já havia escrito no papel... quanto mais continuar.

< ... >

Demi: Animal com F???? AH MEU DEUS! EU Não seiii!!!
Sel: Far....fom... fino... – Sel olhava para o teto.
Demi: Peraí, formiga é um animal??
Tay: Essa não. O.o – Colocou a mão na testa.
Demi: O que foi? Aposto que você não encontrou nem nome de pessoa com F!
Eu: Ô gente!! Vocês disseram que não iam fazer barulho! – Eu tentava escrever, mas nem de longe eu conseguiria. Não era o lugar ideal, mas quem liga? No fim das contas, eu não estava escrevendo nada mesmo.
Demi: Isso foi até o Taylor chegar e estragar tudo. – Meu celular tocou. Taylor olhou o próprio celular enquanto Demi e Sel tentaram alcançar o meu.
Sel: Quem será?? ^^
Eu: Devolve!
Demi: Adivinha, Sel!
Eu: Demi!! Não olha!! Invasão de privacidade!
Sel: Hm... não sei. O príncipe encantado?
Demi: My... acho que você tem um encontro! – Finalmente alcancei o celular e li a mensagem.

“Posso te ver na sala de música da escola essa tarde? Preciso que diga sim. –NJ”

< ... >

Eu não estava entendendo o motivo de Nick ter escolhido a sala de música para nos vermos. Talvez ele tivesse uma música em mente... mas não seria necessário irmos na escola novamente para isso. Era fim de tarde, e poucas pessoas passavam pelos corredores. Era interessante respirar aquele ar que fazia parte do meu mundo à tão pouco tempo, trazendo lembranças tão boas.

Sr. (Meryl) Streep: Srta. Cyrus? – Olhei e via diretora com um ponto de interrogação no meio da testa.
Eu: Ah, olá Sr. Streep! – Acenei.
Sr. Streep: Não sabia que era tão apegada à escola...
Eu: Ér...  o que a saudade não faz! – Saí dali antes que ela perguntasse mais alguma coisa.

Andei pelos corredores lentamente e de longe avistei meu refúgio de muitos dias. A sala de música pouco utilizada pelos alunos. Soube que esse ano as aulas de música estariam no horário e alguns alunos, mas estas seriam realizadas numa sala nova que devia estar sendo reformada. Mas, aquela, em breve, antiga sala de música foi o lugar em que escrevi pensamentos e compus melodias. Foi o lugar que me apaixonei.
A porta estava fechada, mas não trancada. Não ouvi som algum até o momento em que abri a porta. Nick estava distraído com “O Nada”. Seus dedos puxavam uma corda e outra do violão demoradamente, o que não resultava em música. Quando me viu pareceu surpreso.

Eu: Demorei?
Nick: Não.
Eu: Que bom, tive que fugir da Sr. Streep. – Ele achou graça e eu sentei ao seu lado.
Nick: Obrigada por ter vindo. – Senti como se tivesse realizado um milagre.
Eu: Nunca recusaria. – Era incrível a tendência que tínhamos de ficar olhando nos olhos um do outro, tentando entrar no mundo de cada um e isso acontecia da forma mais natural possível. – Então... o que queria me mostrar? Nova música? – Tentei colocar ‘os pés no chão’. Nick tentou respirar fundo.
Nick: Não tenho nada para mostrar, na verdade. – Surpreendi-me. – Mas, tenho o que falar.
Eu: Você tem todo o fim da tarde. – Baixei os olhos. Certa de que ele colocaria um fim a qualquer nova esperança que eu tenha criado. Pediria desculpas por educação, mas queria que não acontecesse de novo. Ou ainda me culparia por não resistir plenamente a cada sorriso ou olhar. Eu deveria ser mais sensata, depois de tantos erros e não “errar” de novo em tentar fazer parte da sua outra vez. Era isso ou eu estava fantasiando demais a ponto de estar apenas à espera que aquela conversa acontecesse.
Nick: Agradeço... mas talvez eu precise da noite inteira. – Transpareceu insegurança.
Eu: Você tem também.
Nick: Não posso tomar tanto seu tempo assim... – Falou um pouco divertido.
Eu: Nick? – Ele olhou para mim. – Do que estamos falando?
Nick: Não consigo ser só seu amigo. Eu te amo e isso não é simplesmente o tipo de coisa que você consegue evitar. – Outra vez nossos olhares se encontraram e eu perdi todas as forças para reagir. Estava mesmo ouvindo aquelas palavras? Não... qual parte eu perdi? Tudo bem, é um sonho. – Sempre encontro você em cada pensamento e isso tá me deixando louco... o fato de eu tentar fingir que isso não acontece. – Seu tom de voz tornou-se um tanto infantil, doce, como que admitindo a frustração com algum amigo. Estranhamente me fazia querer tê-lo mais próximo ainda. Ele me encarou. – Posso parar de falar agora, se preferir.
Eu: N-não... – Tudo bem, não consegui falar mais nada com aquele sorriso idiota se escondendo nos meus lábios.
Nick: Sabe o que é se importar com uma pessoa em coisas que ela nem imagina? – Esperou uma resposta enquanto olhava para o chão à sua frente. Confirmei com um aceno lembrando que sentia isso em relação a ele... à tudo o que eu o fiz passar. – É desse jeito que eu penso em você. Desculpa, não posso evitar, mesmo que pareça o certo a fazer. – Uma longa pausa.
Eu: Achei que tinha estragado tudo... – Disse confusa e com muito esforço.
Nick: Acha que isso seria suficiente? – Mostrou a palheta com a inicial que eu havia devolvido na noite da festa e que, até então, estava escondida entre seus dedos. – Não foi.



Minha respiração presa. Nick se levanta e olha em volta.
Nick: Sabe por que pedi que viesse a esse lugar? – Pela primeira vez neguei. Limitei-me a acenos com a cabeça, praticamente petrificada ali sentada. A mão dele de repente estava estendida para mim, oferecendo apoio para levantar. Foi o que fiz, e olhando em volta percebi que a lua já brigava com o sol pelo espaço no céu. Voltei a encará-lo... ou melhor, voltei a virar pedra outra vez. – Porque foi aqui que tudo realmente começou. E eu quero recomeçar se você deixar. – Sua voz estava firme, decidida e o sorriso suave fez minhas pernas ficarem bambas por alguns segundos.
Eu: Eu... pensei que estava chateado comigo... Você... sabe, a ponto de nunca dizer isso. – Eu falava pausadamente, perdendo as sílabas.
Nick: Estou dizendo, não? – Arqueou uma sobrancelha ao falar. –
Eu: Sim, está. – Foi a minha vez de corresponder com um sorriso que vinha lá de dentro, da parte mais profunda do meu coração. – E eu te dou permissão para recomeçar... mesmo que eu mesma esteja te devendo desculpas.
Nick: Não está. Mas sei que eu estou, e esse é meu segundo pedido. Miley, você me perdoa? – Senti a mão dele tocar de leve minha cintura, puxando-me para perto vagarosamente enquanto eu tentava compreender a pergunta.
Eu: Perdoar pelo que? – Realmente, não entendia o motivo de ele me pedir desculpas. E nem ele respondeu. Calou minha pergunta com os lábios. Se alguém tinha alguma culpa ou não que seja... eu estava em um mundo surreal naquele momento.
Nick: Não pude esperar mais ainda. – Sussurrou entre aquele beijo que ambos ansiávamos supostamente em secreto.
Eu: Nem eu. – Respondi de olhos fechados.

***********
~> Hey guys!! E aê? Como vocês estão? Espero que bem! Esse capítulo foi um sufoco escrever, devem ter percebido. Cada dia escrevi um pedacinho, mesmo estando morta de cansada com a correria da vida. Espero que tenham gostado, se não peço desculpas por qualquer frustração. Eu fiquei feliz de finalmente ter escrito! ^^ hehe  Acho que nem eu esperava que eles voltassem assim. O.o Foi meio que pensei de um jeito, falei pra vocês da “forma inesperada” q seria outra e na hora de escrever foi outra de novo! Apenas detalhes, no geral era disso que eu falava...algo mais simples e fofo.

~> AHHHHHH *Moment Histérico ON* Ganhei um concurso de blogs!!!! *-* ~Todos pula/ Devem estar se perguntando (ou não O.o) “Ué? Que concurso você participou?”. Então... esqueci de avisar. Eu achei tão fofa a ideia do concurso no Vampiros Vs Lobisomens (nunca mais tinha visto concursos aqui) que acabei esquecendo de pedir votos ¬¬ Sou retardada, é. Vou fazer um post direitinho com os agradecimentos, divulgações e os selinhos, ok? THX GUYS!

~> Respondendo:
·        Livia Vasconcellos: Obrigada amr! Seu blog tbem é muito lindo! Parabéns por tudo *-*
·        Daniella: AH Sua ideia é muito cutie! ^^ Só não te respondi ainda pq vou falar com minha ‘acessora’ (ela sabe quem é kkkk) de opiniões. Aì te respondo, ok? Sym, minha intenção é te viciar, hehe Momento Ever Niley pra vc ;) Passa os links para divulgação que terei o maior prazer!
·        Mackenzie: Sym, agora foi Niley tottaly. Kkkkkk Veremos o que acontece com Jemi. Não se mata, baby O.o
·        Lúh Smile:  E agora? Acelerou de novo? Ou não? Rsrs ;)
·        Juliana: AAAHH SE MATA, EU NÃO L  Ownt *-* E aí? Um sonho né??? Nick S2
·        Leeh; Gaby: Agora foi.... kiss. Hehe Obrigada pelo carinho e pelo selinho super fofo!! *-*
·        I Love You Jonas Broters: Obrigada amr! Fico feliz em saber!
·        Thaai Vituri: kkk Niley Again!!!!! Brigade fofaaaa!
·        France Ananias: Ela é burra e vc é lok lok lok! Kkkkkkk *Me possuaa* é ótimo! Kkkkkk EU sei! Vc ía enlouquecer os personagens, matar a Miley e deixar o Nick pervertido. Por isso fik só nos coments! Kkkkk brinks PS’s anotados! Hehe Obrigadaaaa amr!! Luv Ya!
·        Disney Fics: Keep Holding On: Obrigada amr! Qu bom que gostou! Assim q der te visito lá *-*Divulgo sym, fofa!
·        Teté: Ownt *-* Niley!!
·        Gabrielly: Ownt, thx beibi. Ah, precisamos conversar ^^ hehe Sym, estamos no final. Uma hora tem q acabar e já tá levando muito tempo. L
·        Tmendre: Agora o abençoado beijo aconteceu! Kkkkkk Não se preocupe, dedico a vc o capítulo, mas please não morra. O.o Ah, que bom! É verdd quando digo q muitas vezes seu blog me inspira e me faz querer continuar com EN. Parabens tbem beibi! ;)
·        Histórias Niley: Seja bem vinda! Que bom que gostou de EN! Fico feliz mesmoooooo! Pode deixar que divulgo sym! Ah, respondendo: Não, quando terminar Ever Niley não vou começar outra história... chato porque amo escrever, mas vai ser assim. Porém, ainda cogito a idéia de escrever shots (Histórias curtas de 1, 2 ou 3 capítulos), mas ainda não tenho certeza. Ok?
xoxoxoxo
Marcadores: | edit post
Está: 
12 Responses
  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAA BEIBE MOTHER AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI,AMEI IFINITAS VEZES
    Cap muito perfeito Lua,hihi *O* quero mais
    ta incrivel beibe
    ah ah sua cartinha,hihi ela ja ta pronta beibe mother,prox semana,acho,que envio,tô em semana de prova ando meio ocupada com tudo,mas vou te enviar hihi


  2. amei amei mto tah perfeito era a parte que eu mais esperava que eles ficassem juntos niley forever


  3. Leeh Says:

    Amei muitoooo ! Tá perfeito amoor ! Niley enfim ! O Nick foi estremamente foofo, esse cap. foi perfeitoo ! Ah, deixa eu te perguntar uma coisa: vc falou que Ever Niley vai acabar (pena, pena, pena) mas vc vai fazer outra fic depois né ?! Tomara que siim, eu amo suas histórias, foi isso aqui que me fez entrar pro 'mundo blogger', eu não queria que acabasse... :/ nossa, desabafei agora kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Posta logoo (apesar de eu não querer que a fic acabe, to mtmt curiosa...) Beijoos !


  4. Como sempre seus capítulos são perfeitos, sua fic é perfeita! Eu adoro cada capitulo vc nao tem nocao, é uma fic completamente viciante!
    Espero que voce possa postar logo...
    Bjos!!


  5. Lúh Smile Says:

    AH! Finalmente, Niley está de volta! Uhullll! Momento histérico agora kkkkkk! Com certeza, meu coração acelerou de novo :)! Eles são muitooo perfeitos, fofos ownn *-* Simplesmente, ameiii o capítulo!
    Posta logo!
    Bjos :*


  6. julia Says:

    Muiitooo boom sempre li o seu blog as vezes lia pela a internet do telefone quando eu nao estava em casaa eesse episodio esta liiiindo ♥ posta loogoo beijoos


  7. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    *Para, France, Para*


  8. por onde eu começo?Bom...
    AI MEU DEUS ELEES VOTLARAM
    AAAAAAAAA *Já falei pra você parar France*
    que fofo
    MAS EU JÁ SABIA LALALA
    Você não é nada discreta, sabia?
    "É algo que todo mundo espera de um jeito inesperado"
    Cheguei até a falar com a minha amiga que tava lok pra você çostar porque eles iam voltar
    kkkkkkkkkkkkkkk
    mas queria saber como
    Na hora que ela recebeu o convite para o casamento achei que ia ser la
    AGORA VAMO ESCLARECER ESSAS PARADA
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    *Ok France, eu vou te dar um soco se você não parar*
    COMO ASSIM TU NÃO IA ME BOTAR NA HISTÓRIA, ATÉ AÍ TUDO BEM, MAS TU ACHA QUE EU IA MATAR A GOAROTA COM OSOLHOS AZUIS IGUAL AO RIO SÃO FRANCISCO *France, para de assistir pânico*
    EU NÃO MATARIA, MAS O NICK IA VIRAR PERVETIRDO, TODOS IAM, ALIÁS, MAS EU IA MATAR A SELENA, NÃO GOSTO DELA U_U A DEMI E O JOE IAM FICAR DAQUELE JEITO MESMO... AFF
    NIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIICK PEGA NA MINHA CINTURA E DESENTOPE MINHA BOCA POR FAVOR
    ME POSSUUUUUUUUUUUUUUUUUUUAAA
    ENFIM...AA HISTÓRIA IA SE CHAMAR Ever S2 Nrance (OOOOII???!!!!)
    UI NICOLAU CDUÇÃO
    FAZ O FAVOR DE POSTAR MAIS FREQUENTEMENTE MOCINHA, VOU FALAR PRA SUA MÃE
    BEAJ


  9. Tmendre Says:

    EU JÁ DISSE QUE AMO SUA FIC?!
    Se não aqui vai...
    EU AMO SUA FIC
    HAUSHAUSHAUSHAUS'
    tah parey
    DEEEUUSSSS GAROTA, eu fico me perguntando como tudo vai ser como acabar, siceramente vc pode acabar com essa fic, mas não para de escrever aqui não, vc escreve bem e quando alguém tem um dom, deve expressar para o mundo. Então venha expressar aqui haushaushuas'

    É seeeeriooo baby EU AMEI A VOLTA DELES, foi realamente alto tão fofo
    que nunca na minha cabecinha eu iria imaginar uma cena dessas haushaushuas' Eu já disse que eu sou péssima em cenas romanticas?!
    Enfim, eu sou péssim, quer dar aulas pra mim?! Hauhsuahsuahsuas'
    Eu ri muuuiitoo com a Demi:
    Demi: Animal com F???? AH MEU DEUS! EU Não seiii!!! Sel: Far....fom... fino... – Sel olhava para o teto.Demi: Peraí, formiga é um animal??Tay: Essa não. O.o – Colocou a mão na testa.
    Haushuahsuas'
    Eu adoro jogar isso, sim quando o dia esta tediante, nós jogamos isso, na verdade agente adora enventar jogos, mas isso não vem ao caso haushaushuahsaus'
    Cara, fico feliz que meu blog te inspire, pq seu blog me inspira também haushaushaus'
    AMEI MUITO BABY.
    Poste o mais breve possivel
    Estarei a espera
    beijos
    Peace&Love


  10. Taay ' Says:

    éer .. OOOOOOOOOOOOOOOOOOI !
    ashuahsuhaush
    Antes de tudo; QUE SAUDADES ! KK
    entãao . como anda a vida ?! haushauhsa - que sem assunto .
    Passei a minha vida lendo tudo o que ainda não tinha lido kkkk mas valeo apena kk
    espero ansiosamente por mais e ainda não consigo a acreditar que a Miles e o meu lindo-maravilhoso-totoso Nicholas estão juntos de novo finalmente kkkkk
    PS: TBM QUERO UM BEIJO DO MEU NICHOLAS , embora se eu recebesse um do meu lindo Dougie Poynter também não reclamaria mas ainda quero do meu lindo Nicholas kkkk

    EM FIM... POOOOOOOOOOOOOOOOOOSTA que eeu venho assim que o meu período de provas tecnicas pro ensino medio terminar eu volto ;**

    PS2:Me passa teu e-mail e msn DE NOVO , por que eu perdii kkkk sl, acho que sumiiu de vez do meu msn kkkk

    entãao .. beijinhos , e continue coom essa história que eu amo de maiis ;*** .. até mais


  11. Anônimo Says:

    pq vc parou de escrever?


  12. heyyyy,
    já faz muuito tempo que eu não comento não é mesmo????????
    Desculpa mesmo é que a minha vida anda muuito ocupada e eu não tenho tempo pra nada...
    de vez em quando eu passo nos blogs e leio os capitulos mas é só quando dá tempo...
    Bom, mas não se preocupe porque eu estou lendo sua história e tenho que dizer que ela está P-E-R-F-E-I-T-A!!!!!!!!!!!!!
    Está simplesmente maravilhosa, incrivel......
    e tenho que dizer: FINALMENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Já estava passando da hora dos Niley voltarem...
    Foi tão fofinho o capitulo...
    Foi simplesmente maravilhoso
    PERFEITO!!!!!!!!! HAHA' percebeu minha animação???????
    é porque hoje eu comi muuuito chocolate e chocolate me deixa elétrica HAHAHAHA'
    bom de qualquer jeito... sua história é perfeita... ela merecia ganhar um oscar e se tornar real...
    se a Miley não quiser ficar com o Nick o que eu acho impossivel, eu fico no lugar dela sem problema nenhum HAHA'
    Fofa passa lá no meu blog????
    http://Nileylife.blogspot.com/
    posta logo viu??? se não eu vo morrer de curiosidade
    Beijossss
    XOXO