GIRLSPT.COM - Cursores Animados
Just A Love (Ever Niley)
Demi: Ele pode ter apertado as bochechas dela! – A semana inteira nós tentávamos adivinhar o que Taylor havia feito.
Eu: Não??! – Demi revirou os olhos enquanto subíamos as escadas.
Tay: Quem apertou as bochechas de quem? – Nos deparamos com ele no quarto da Demi.
Demi: Você. O que tá fazendo no meu quarto?
Eu: Não é isso.
Tay: Meu notebook queimou... quando caiu no chão. O.o
Demi: E resolveu usar o meu? Pode ir saindo!
Tay: Isso é injusto! – Ele disse levantando-se.
Eu: Espera! – Ele olhou pra mim assustado e se preparou pra correr, mas Demi fechou a porta e ele deu de cara.
Tay: AHH PERIGOO! MAYDAY!
Demi: O que é isso? O.o
Tay: Um código de perigo.
Eu: Fica frio, só queremos perguntar uma coisa.
Demi: É!! Isso! – Acho que só agora ela ligou os pontos.
Tay: Prefiro a janela.
Eu: Senta aí, Tay! Senão sua única saída vai ser a janela mesmo! – Ele obedeceu. O.o É, devo ter meu lado ameaçador fatal! ;)
Demi: O que exatamente aconteceu... – Ela sentou rapidamente ao lado dele e encurralou-o com o olhar.
Eu: ...semana passada? – Fiz o mesmo que ela, apenas do outro lado.
Tay: Hm... eu fui pra escola, falei com muita gente, assisti muita aula chata, dormi em 2 delas, joguei vídeo game, comi, dormi, ouvi música, conversei com a Sel, li o histórico de msn da Demi, queimei o dedo no fogão...
Demi: Você leu meu histórico??!! AHHH EU TE PEGO AGORA! – Demi pegou o travesseiro e bateu em cheio na cabeça dele que caiu deitado na cama cobrindo o rosto e ela continuou batendo nele, enquanto eu fiquei tentando entender em que parte eu ouvi o nome da Sel. Eles andaram conversando? Então... isso foi semana passada, coincidência não? – AGORA DIZ SE VOCÊ AINDA VAI LER! HÁ NÃO VAI!
Tay: SAAAAIII!! SOCOORRO!! PARAA DEMII!! AWW! ISSO DÓI SABIA????
Eu: Fica quieta, Demi!! – Ela parou ainda encarando ele ameaçadoramente. Ajeitou o cabelo que estava todo no rosto rapidamente e saiu de cima dele... é, ela havia tentado imobilizá-lo. – Tay...
Tay: ah? – Meio desorientado, cabelo bagunçado... ele ajeitava a blusa.
Eu: Em que parte mesmo você falou da Sel? – Me fiz de desentendida.
Tay: ...! Eu não falei dela...
Eu: Você não me enrola, irmãozinho... rs – Bati de leve no ombro dele. – Já sabemos que alguma coisa aconteceu. O que você fez dessa vez, hein?
Tay: Vocês me assustam. Eu não sei do que estão falando.
Demi: Vai contar logo ou não??? – Demi pegou o travesseiro outra vez.
Tay: TA BOM!! Não fiz nada.
Eu: A Sel não está bem, Taylor! E eu sei que isso foi por você! Fala a verdade!
Tay: Eu já falei! Eu não fiz nada, literalmente.
Demi: É melhor você falar logo. Papai nunca vai acreditar que a princesinha dele te causou tortura física. – Euri. Só se for uma princesinha revolucionária, que de contos de fada não entende nada. Taylor olhou MUITO assustado pra ela.
Tay: É... CORREE!!! – Ele correu na direção da janela, mas nós o impedimos de alcançá-la. – Ai meu Deus! Tá... eu falo. – Desistindo da fuga ele sentou na cama novamente. – Demi, larga esse travesseiro, docinho. – Disse um tanto irônico na ultima palavra e ela colocou o travesseiro numa cadeira. – Hm... Não foi muita coisa. Ela disse que eu brinco com o que ela sente, e que eu devo decidir o que eu quero. (Clique aqui para ler!) – Sua expressão era tímida, e a voz pouco audível.
Eu: E o que você realmente quer?  
Tay: Pra falar a verdade, já vi que tenho muitos amigos. Não quero mais uma “amiga”. Não parece suficiente. E não posso evitar se quero estar com ela, e...
Demi: Tá, não descreve muito. – Demi fingiu colocar o dedo na garganta, mas Taylor ignorou.
Eu: O que tá esperando então pra resolver isso?
Tay: Não sei. Ás vezes eu não tenho certeza sobre o que ela sen... – Demi interrompeu.
Demi: Olha aqui! Mesmo que eu não entenda isso, e seja uma coisa universalmente inexplicável, eu tenho certeza de que na vida dela só existe você agora. E pra você também só tem uma garota, e é ela! – Disse censurando-o o que tornava tudo um pouco divertido do meu ponto de vista. - E se você vier com essa história de que só vão ser amigos você vai ver quem é Demetria Lovato... esquece que eu disse esse nome. – Sacudiu a cabeça. - O que interessa é que não existe motivo mais para você duvidar dela. Nem eu duvido mais, caramba! E olha que eu não sou você!!!!
Eu: E não espere que uma garota mude só por você, ok? E sim, que mude por causa do que ela sente, e isso vai ser natural e verdadeiro. Não vai mudar novamente tão fácil, por que ela não mudou só por você. Foi por você e por ela mesma...
Tay: Você tá me deixando confuso! O.o
Eu: Ta bom! Sel não sabe que estamos tendo essa conversa. Ela não quis contar nada. Mas, eu sei que ela vai aceitar qualquer resposta que você der, mesmo que não concorde, mesmo que a faça chorar, mesmo que não seja a resposta certa...
Demi: E é bom que seja!! Agora para de enrolar e vai resolver isso!! – Ela foi empurrando ele para fora do quarto.
Eu: Sabe o que fazer?? – Demi esperou.
Tay: ...sei! – Ele respirou fundo e raciocinou sozinho antes de responder.
Demi: E é bom que isso coloque o sorriso de volta no rosto da nossa amiguinha, ok?! – Colocou-o pra fora do quarto de vez. – Ela é toda sua!! ARRASA, BROTHER!! – Ela gritou no corredor antes de fechar a porta.
Tay: Cala a boca, Demi! – Ele respondeu de lá. Demi deu de ombros.
Demi: Acha que a Sel vai nos perdoar por isso? O.o
Eu: Ela precisa!! Só demos um empurrãozinho... nada forçado!
Demi: rsrs...

Sim, foi uma conversa meio conturbada, confusa. Mas com a intenção correta. No fundo, nós não queríamos apenas nos beneficiar por ter Selena feliz outra vez.  Mas precisávamos vê-la assim. Ela merecia. De certa forma, sentíamos falta da Sel animada que se apaixonava por todos os carinhas fofos. Mas agora ela estava sendo verdadeira consigo mesma e estava lutando por isso. E quando conseguisse seria diferente desta vez. Pelo menos eu acredito que sim, pelo que conheço da minha melhor amiga... Era tão claro! Ele foi o único que ela demorou a admitir que gostava, o único que ela estava disposta a esperar. Tinha que ser o certo a fazer. Todos os sorrisos que outros conseguiriam arrancar não substituiriam o único que só uma pessoa seria capaz de colocar em seu rosto novamente.

< ... >

Nick: Tudo o que você tem que fazer é... isso... e agora... prontinho!!
Eu: Parece fácil! – Era uma cena estranha. Estávamos na biblioteca, eu não queria ter que devolver os últimos livros que peguei. Histórias perfeitas, que li em uma só noite. Mas era o ultimo dia na escola e tínhamos que devolver tudo e pegar o que ainda estava nos armários. Nick resolveu que eu devolver os livros seria mais uma ciência para mim do que apenas colocá-los na prateleira novamente. – Ahh, mas eu queria tanto ler de novo! Não posso evitar se minhas mãos o pegam de volta! Você precisa me entender! – Fiz uma expressão dramática que o divertiu.
Nick: Ok, isso tá ficando estranho! Deixa que eu guardo. – Pegou os livros comigo e como se fosse a coisa mais simples do mundo colocou-os no lugar. – Olha isso!! – Se surpreendeu com o título de um outro livro. – Já leu?
Eu: Uma Promessa Para Toda a Vida... esse autor é O Cara! – Falei pegando o livro ainda desconhecido. – Não deveria ficar lendo esse tipo de coisa... – Sorri leve, me referindo ao tema do livro.
Nick: E porque não? Promesas nunca deixaram de ser importantes.. – Ele repondeu no mesmo tom que eu perguntei.
Eu: J Tá... do que fala? – Ele se encostou um pouco de costas para os livros e ficou olhando para frente enquanto falava, para um ponto perdido.
Nick: Ele perdeu a mulher que mais amava, e a unica presença que sentia dela era quando olhava nos olhos do filho. Perdeu toda a confiança num outro verdadeiro amor. Mas pouco tempo depois isso muda e o verdadeiro amor que julgava impossivel sentir outra vez, encontra uma segunda chance em seu coração. O fato é que o “Amor Verdadeiro” pode acontecer mais de uma vez, e de formas diferentes, sem que o primeiro acabe, mas as pessoas o confundem com “Único Amor”.
Eu: Woow! Não é a toa que você escreve bem...fiquei curiosa agora. – Me olhou de lado e sorriu leve.
Nick: Aposto que faria melhor.
Eu: Claro! Deveria ver como descrevi O Pequeno Principe na primeira série! Você nunca ía querer ler aquele livro outra vez. – Nós rimos.
Nick: Bom, nesse caso, ainda bem que é passado!
Eu: Ei, você não devia concordar com isso... deveria dizer “Que nada, tenho certeza que você sempre foi uma ótima escritora!”... – Começei a falar fingindo incredulidade.
Nick: Tá bom... Que nada, tenho certeza que você sempre foi uma ótima escritora!! – Disse forçando a seriedade e ao mesmo tempo imitando a forma como eu havia falado.
Eu: kkkkkkkkk... tudo bem, isso não faz sentido conhecendo meu passado. – Nós rimos juntos novamente apos alguns segundos.
Nick: Mas desde sua primeira música tenho certeza que  isso mudou...

Ele disse ainda se recuperando da risada... E foi o momento em que fiz o mesmo. Observei-o falando aquilo distraido. Mas era a pura verdade. Minha primeira música mudou completamente o rumo de tudo o que eu escreveria dali em diante. Foi algo especial que trouxe essa mudança brusca. Talvez antes eu apenas não me importasse com os sentimentos que me levariam a escrever. E na primeira noite em que me senti sozinha num mundo escuro, foi quando percebi que aqueles sentimentos existiam... de medo, dor, solidão, incompreensão... e tudo isso foi o que deu sentido às minhas primeiras palavras no papel. Eu queria dizer coisas que o vento não ouviria. Então achei que se pudesse colar o que eu sentia numa folha de caderno tudo ficaria guardado lá, e não no meu coração, nas lágrimas. Quem sabe dessa forma doesse menos.A verdade é que a dor da perda nunca havia sumido, ou mudado de lugar por mais de alguns minutos.
Aquele sorriso que eu estava vendo na minha frente naquele momento, aqueles olhos que sempre me encontram em qualquer direção...esses sim me ajudaram a sentir de outra forma a parte de mim que faltava, de uma forma que não me machucava tanto. Foi ele que me fez ver que não sou a unica que já sofreu pela perda. Tê-lo ao meu lado era como sentir que o vento não pode levar minha dor no passado, mas que há pouco tempo levou a garotinha assustada que sofria dentro de mim.  
Por um instante, senti como se algo faltasse da minha parte. Ele considera promessas importantes. Eu disse que confiaria nele todos os dias. E isso foi uma promessa. Ele era verdadeiro comigo. Talvez tivesse mais motivos para não falar comigo sobre seu passado. Ainda assim o fez. Ter um segredo guardado comigo passou a me cortar por dentro no instante em que ainda ríamos juntos. Mais um impulso para contar tudo, mas me dei conta de que toda essa linha de raciocinio e lembranças estava apenas na minha cabeça. O sorriso espontêneo em seu rosto e a confiança em suas ultimas palavras não faziam o cenário perfeito para contar-lhe.
Nick: Acho que seu telefone está tocando! – Voltei ao mundo real esperando não ter perdido nada. Peguei meu celular e...

@@@@Ligação ON@@@@
Eu: Oi Demi!! ;) – Ela havia ido pra casa com o Joe.
Demi: Miley, você já está perto de casa? – Disse séria.
Eu: Não mesmo! Porque a curiosidade? – Falei divertida.
Demi: Acho bom você vir logo!
Eu: Tá... mas, aconteceu alguma coisa? – Perguntei ficando preocupada.
Demi: Eu não sei bem... você precisa vir logo!!
Eu: Tá bom, eu já estou indo!
@@@@Ligação OFF@@@@

Nick: O que aconteceu?
Eu: Não sei. Ela falou de um jeito estranho... mandou eu ir para casa. Ainda preciso pegar umas coisas no armário, então vou lá. Você vai agora?
Nick: Vou... mas antes preciso entregar uma coisa. Vai indo e te encontro na saída.
Eu: Ok.

Fui caminhando um puco rápido até meu armário. O colégio ainda tinha vários alunos, embora menos que o comum. Ainda assim, tive a fantasia de estar sozinha naqueles corredores quando me perdi na minha própria mente. O que estaria acontecendo com Demi? Ou em casa? Fiquei um tanto preocupada, assustada, mas nada adiantaria se não chegasse logo lá. Meu armário estava praticamente vazio. Ainda peguei um caderno e meu diário sem anotações diárias... Ri mentalmente com isso. Olhei na direção da saída e Nick ainda não havia passado por lá, então abri algumas páginas. Na contra capa, extremamente bem guardada, vi a palheta metálica, a promessa dele para uma menininha. Peguei-a entre os meus dedos, sorri lembrando o quanto aquilo significava. Senti a textura da inicial gravada e fechei os olhos, como se aquilo trouxesse as lembranças do momento em que me foi entregue. Como se...

Nick: Smile!
Eu: Nick!!! - Me assustei e na rápida tentativa de disfarce fechei o diário jogando a palheta em qualquer página. Espero não dar trabalho para procurar depois...isso seria o de menos! Ele teria visto algo? A quanto tempo havia chegado??? Respirei fundo várias vezes e fechei a porta do armário. – Há quanto tempo está aqui? N-não vi você chegar.... – Falei nervosamente, minhas palavras saíam trêmulas.
Nick: Lembra do dia que te falei que queria sempre estar ao seu lado...? – Disse divertido fazendo uma aplicação literal daquela promessa...mas...
Eu: Do que você... tá falando?? – Naturalmente, aquela esperança de ele não ter visto a palheta na minhas mãos estava morrendo.
Nick: Não lembra? O.o Na sala de música... – Senti finalmetne um pouco de ar entrar nos meus pulmoes e sorri rápido, um pouco aliviada por ele estar falando deste dia e não da primeira promessa que ele havia feito, naquela noite...
Eu: How.. como poderia esquecer? Foi o primeiro momento mais incrível da minha vida. – Dei um beijo rápido, sentindo seus lábios superficialmente. – Vamos, preciso ir. – Falei andando na direção da saída... ele não me acompanhou de imediato... o que foi bem diferente de sempre. Mas, logo em seguida senti seus passos atras de mim... Me distraí ao ver Taylor surgir misteriosamente a alguma distancia de nós... tá, não foi nada misteriosamente, mas só agora percebi. – Você não vai para casa agora Tay? – Perguntei enquanto Nick me alcançava. Ele se despediu dos amigos e nos acompanhou. E como se isso fosse novidade, havia milhares de perguntas na minha cabeça outra vez... o caminho estava silencioso se não fosse o Taylor cantando solitáriamente. Nick estava calado. Olhava para o chão, e minha maior vontade era saber o que se passava em sua mente naquele momento. – Então, Taylor! Falou com a Sel?
Tay: Poderiamos falar sobre o assusnto quando o Nick não estiver por perto?! – Reclamou.
Eu: Ah... o Nick não se importa, não é amor? – Falei doce, colocando a mão em seu ombro. Mas ele estava distraído, e só ‘acordou’ naquele instante.
Nick: Ãh?? Ah, claro que não... J - Seu tom de voz não foi nada natural, como se nem soubesse do que falávamos... não fiz perguntas.
Tay: ¬¬’ Tentei telefonar ontem, mas ela não atendeu...
Eu: O que??? Telefonar??? Fala sério! Isso tem que ser pessoalmente.
Tay: Pensei que pudesse me desculpar pelo que fiz antes por telefone primeiro. O.o
Eu: Deixa de ser tapado, Tay! – Falei quando chegamos em frente de casa. Taylor ficou confuso e foi entrando pelo jardim.
Nick: Então...
Eu: Preciso ir, saber qual foi a bomba. – Achei graça, enquanto ele sorriu leve. Não estava certo, alguma coisa devia tê-lo deixado preocupado. Embora a resposta pudesse me assustar, senti que eu deveria perguntar.  – Você... aconteceu alguma coisa...? – Perguntei com receio. Sua demora em responder fez com que me arrependesse. Então, ele havia visto?? Descobriu o que eu tinha medo de contar?
Nick: Não foi nada. Nos vemos depois? – Respondeu afastando os proprios pensamentos. As perguntas nunca foram tão eficazes entre nós. Sempre parecia mais fácil ler o olhar do outro do que apenas perguntar e ter uma resposta óbvia. Senti seu braço me puxar pela cintura, seu toque de despedida em meus lábios. Por algum motivo havia sido estranho. O porquê? Eu não sei. É dificil descrever. Teoricamente poderia ser perfeito e triste como cada beijo seu de despedida. Mas, talvez as nossas mentes não estivessem por completo um no outro.
Eu: Vou esperar. – Falei ao vê-lo se afastar.

Enquanto entrava de cabeça baixa pela grama verde em frente de casa, eu pensava sozinha. A pressão dos ultimos minutos poderia resultar em um desastre. Eu poderia evitar. Não queria que isso acontecesse de novo. O peso sobre meus ombros havia aumentado. O que ele pensaria se descobrisse? Segredos nem sempre são eternos. Se eu contasse agora, estaria sendo  mais sincera? Só queria que se fosse para acontecer, que partisse de mim. E como faria isso?
Bati a porta sem perceber. O barulho me tirou do transe.

Eu: Demi??!! – Falei trancando a porta com a chave. – De... – não pude chamá-la outra vez. Me virei e...

************************
~> Pronto! Aqui está a primeira parte! E como falei, os “Capítulos Lights” vão tirar férias agora. Espero que tenham gostado. Aguardem a segunda parte! ^^ Queria agradecer a Juliana pelo selinhode Blog Aprovadíssimo! Muitooo obrigada Juuuh!!

~>Respondendo:
Real Love – Niley: Nada mais perfeitoque Niley! Ownn brigada mesmo pelo carinho, amr!
BlondieCyrus: Ela estava escondendo da Demi e da Miley, não de nós. Kkk Acho que deu pra entender melhor nesse capítulo. THX!
Juliana: kkkkkk Também amei escrever, foi meu momento Jemi favorito até agora. Enfim, agora Miley pode estar decidida a contar... Obrigada pelo selinho e pela compreensão enquanto não pude postar. <3
New: kkkk Sei como é... Thx, baby!
Malody Marie: Torind É finalmente a Demi conseguiu o que queria. E olha que ela ja tinha desistido. Rsrs Obrigada fofaa!
Mackensie: Me divirto muito com  Joe e a Demi tbem. Rsrs Dei uns toques pra Miley, agora viu que ela quer contar né? Deve ter sido nosso conversa com ela! Kkkk
Leonardo Alves: Que bom que gostou, baby! Espero te ver aqui de novo e pode deixar que divulgo sym. ^^
Daniella: Não to tentando te matar...seria tragico matar uma leitora minha. Kk Tbem AMO mistério! *-*
Anônimo: Obrigada!
Cristii;) : Sem problema, amr! Mas papareça sempre que puder! ^^ Momentos Tensos Niley O.O AHHH Minha fan alto proclamada numero 1!! Kkkk Me senti agora! Obrigada meesmo, amr!!
Tmendre: Thx dear! Que bom que está gostando! ;)
Daniella: Hm... vc comentou 2 vezes ou são pessoas diferentes? Hehe fiquei confusa, mesmo assim obrigadaaa! E não desmaia, vc precisa continuar lendo a história! Kkkk E pode deixar que divulgo sym! E logo leio lá e te digo, tá? ^^
Teté: kkkkkkk tá ok! Thx!!
Téh: Não foi a última...rsrs Ownn Amo muito seus comentários, são bem profundos! Kkk É, se cala pq vc sabe demais dessa história. Kkkk #off Te amoo muito amigaah! E já to lendo sua Web perfeita!
Ashleyzinha: Bom, nem foi a Selena que abriu a boca dessa vez. Hehe Mas sym, vc tá sumida! E aí? Postou aquela história?
Gabrielly: Chique! Kkkkk Obrigadaa amiga!! Luv Ya!
Amor de Mundos Diferentes: Obrigada amr! Divulgo sym! ^^
Niley e Jemi Forevermore: Então, seja Bem-vinda! Hehe Muito obrigada, e divulgo sym, amr!
Niley 4Ever: De nada, baby! Thx!
Deley: Enfim... é hoje a noite! Vamos ficar fellizes tbem, afinal a Diva está nesse momento cantando para milhares de Smilers. Festa no Brasil em casa...rs. Mesmo assim estou feliz por ela estar aqui.
xoxoxo
Marcadores: , | edit post
Está: 
14 Responses
  1. New Says:

    I sooooo loveeeeed!
    vc é a melhor ever!!!!
    posta lgoooo
    xoxoxoxoxoxoxo =)


  2. BlondieCyrus Says:

    Muito bom! Morri de rir na primeira parte, só imaginei a Demi batendo no Taylor com um travesseiro! O que aconteceu com a Miley? O que aconteceu quando ela se virou? Posta logo!


  3. Adorei posta logo tô muito curiosa!!


  4. Leeh Says:

    Você quer me matar do coração??? Sérioo, como você para logo nessa parte??? O Nick viu a palheta?? O que aconteceu com a Demi?? É, eu sei, muitas perguntas...--'.
    Posta loogo, táh? Tô super curiosa, axo que deu pra perceber ^^
    Bjos


  5. Meu Deus! Agora eu to preocupada! hahahahha!
    Nossa, eu me identifico tanto com a Miley da história! Hahahha! A única coisa que falta é um Nick desses também, né... Enfim! Caramba, esse capítulo, embora tenha sido um pouco triste no final, é um dos meus preferidos, sério! Teve tanto sentimento! :) Adoro isso! Posta logo, por favor! Essa fic é incrível! Beeeeijos!


  6. Juliana Says:

    Aw, que fofo o cap.
    AAh, se eu fosse a Miley já tinha
    contato isso tudo pro Nick desde o
    primeiro momento em que eles começaram
    a namorar..aaaaaa como isso ta me dando nervooooso. Como ela mesmo disse isso tem que vir dela e se ela não cotar logo outra pessoa pode vir a contar e o Nick pode ficar triste com ela por manter segredo. Por mais que seja difícil você tem que contar smileeeee KK
    Ai meu deus, e você Taylor? vai continuar nessa lerdeza de falar com a Sel? seu tapadoKKK nnn vai la meu amigo, se declara logo pra ela. Se você ama ela ta esperando o que? Quando ve ela agarra logo ela de uma vez. KKKKKKKKK NNNN
    Sério senhor Taylor, é bom você agir rápido pq a Sel é linda e aposto que tem uma fila ENORME em frente a casa dela.. KK aproveita porque se você demorar muito ela pode ficar triste, partir pra outra e danou-se.. KKKKKK
    louca eu.

    Posta looogo, beijos ♥


  7. Mackenzie Says:

    É agora ela ta em duvida, mas as conversas renderam hein!Final meio tenso, esse povo fica sonhando, perdido nos pensamentos.Foi bem estranho e tenso também, o que aconteceu com a Demi meu deus? Eu to ficando loca de preocupação aqui, pf posta logoooooooooooooo


  8. Daniella Says:

    kkk fui eu que postei duas vezes sim!
    sabe eperei bastante por esse capitulo... valeu a pena!


  9. Téh Says:

    Owun Meus comentários são profundos, obg! *-*
    - acho q isso é bom, né? kkkkkkkkkkkk

    Ah, sorry a demora, disse q viria ler ontem mas nem deu pq sexta foi a estreia da LA(Love Again) e me enrolei toda só ficando lá, kkkkkkkk

    Mas chegueyyyyyyyyy o/

    WOW! Q enoooooorme! E isso é legal!
    Li tudo de uma vez, foi ótimmo!

    UHSAUSHAUSHASUASU
    A My e a Demi ameaçãndo o Tay foi impagavel. Nossa a Demi é show!
    HSAUSHAU

    Niley foi surpreendente, idgo pela reação seria do Nick.
    O q aconteceu? Serio q agora vc me deixou totalmente de fora. Nada q eu pense faz ele agir assim...
    Acho q não tem a ver com a palheta, não... será?

    Fiquei tensa, não quero q meu casal niley se desentendam... :(

    E para tudo!

    O que a Demi tem a dizer? O q a Miley vi?

    OMG! OMJ! Estou hipeer, ultra, mega curiosa! Pode ir postando logo viu senhorita, /rum

    ushaushuash

    Beijos


    p.s.:ah q bom q gostou da web *-*
    é mt importante a sua opinião.


  10. tmendre Says:

    Tipo assim,se você quer me matar de curiosidade fala. hauhaushuas'
    Muito mistério nesse capitulo, a mudança de humor de Nick, o telefonema da Demi. Quem será que Miley viu.
    Ahhhh eu vou morre se você não postar logo haushaushaus'
    TA MARAVILHOSA, BEIJOS.
    Peace&Love


  11. AAAAAAAAAAAA que cap perfeito amg,hihi, fofo e misterioso O.o ahsuahs
    porque o Nick ficou estranho do nada? ele viu? O.o
    e a Demi ?
    Ansiosa Pelo prox cap *-*
    aaa quer q eu fale do show da Miley? hihi


  12. Taay ' Says:

    amigah amigah *-*
    postei nada, ainda nem li o que você ia dizer e preciso sa opnião de alguém, sem contar que eu ainda nem terminei , e eu re-li ela e nn gostei nada do que eu ja tenho :S

    Mas em fim , o que a Miley viu , sendo dessa Demi doidinha , acho que eu posso esperar tudo haushaush O.O
    EU MATO O TAYLOR -nn menino dooido , quer falar com a menina pelo telefone , nn tem coragem cara a cara hasuhaush

    posta rapido amigaah , por favor , eu imploro huahsuahsuh '


  13. Niley love Says:

    Nossa essa história é mto perfect!
    Amei amei amei amei amei amei amei amei!
    Já te dei um selinho^^
    O link é esse : http://nileyfans2.blogspot.com/2011/05/selinhoos.html
    Bjnhos e posta logo ;*


  14. http://youbelongwithme-nileyejemi.blogspot.com/2011/05/mais-dois-selinhos-sobre-o-cap-e-sobre.html

    Selinho pra vc amr... ^^

    Aaaaaaaaah,adoro a sua fic,ta cada vez melhor,posta logo ok?
    Beijooos... :*